SALON EMPRENDEDOR

SALON EMPRENDEDOR
FABRICAS INSTALADAS E FUNCIONANDO P/EMPREENDER

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Castanha de Cajú e seu Processamento

Agro Negócios para Empreendedores


O principal objetivo quando se tem em mente o processamento da castanha de caju é obter uma castanha inteira, perfeitamente despeliculada (descascada) e de coloração própria: Branco-Marfin, sem manchas nem deformações, com tamanho regular, já que estas são carácteristas determinantes para obtenção de melhores preços e consequentemente melhor rentabilidade no mercado. 

O processo de industrialização da castanha de caju deve ser guiadas para cuidar da integrabilidade das castanhas inteiras, já que o seu valor de mercado pode ser até o dobro do mesmo timo de castanha quebradas. 

Entre as diferentes etapas do processo de industrialização de castanhas, o cozimento das castanhas e a secagem são por essência os principais processos, já que estes determinam a qualidade final do produto ao mercado consumidor. 

A utilização de equipamentos e maquinas apropriada, são determinantes nestas tarefas a fim de, obter produtos de qualidade, com economia de desperdícios nos processo. 

Sem dúvida o melhor aliado para a obtenção de produtos com qualidade competitiva e a tecnologia e o conhecimento dos processos de industrialização. 

O Salon Emprendedor, por meio de sua rede latina americana de franquiciadores, põe em diversos mercados essa tecnologia a disposição dos empreendedores, maquina e equipamentos para que se viabilizem as instalações com todo acompanhamento e assistência necessária para o funcionamento da fábrica.

Processo de industrialização do caju/castanha de caju

Fluxograma de produção

1. PROCESO DE SECAGEM

A secagem da semente do caju deve ser efetuada ao sol, por um período aproximado de 72 horas/3dias, reduzindo sua umidade entre 7% a 9%. A secagem, geralmente é feita em plataformas lisas e cimentadas, guardando-as no interior do local de produção em regiões em período de chuva, evitando a umidade do período noturno, sendo que a mesma deve ser coberta com lona. As sementes devem ser espalhada/esparramadas na superfície de concreto, deve-se ter na superfície uma espessura de 07/10 cm de altura, para que possa permitir sua areação, ventilação e entrada de luz solar. Recomenda-se virar as sementes durante o dia.

2. PRÉ-SELEÇÃO E LIMPEZA

O processo de limpeza da castanha de caju obedecerá ao critério de retirada de todo tipo de impureza contaminante; (terra, pedras, folhas, insetos etc.), para evitar a contaminação, deve-se secar e acomodar sobre uma superfície lisa de madeira, evitando contato direto, e deve eliminar as castanhas manchadas e danificadas, as deterioradas ou atacadas por insetos, mal formadas ou podres, pois pode contaminar todas as outras.

3. PROCESSO DE CLASSIFICAÇÃO

Este processo é realizado por um tamisador e selecionador rotativo, as mesmas tarefas, pode ser feita a mão em uma produção caseira. Nessa etapa as castanhas são separadas por tamanho, que passam através do cilindro perfurado em tamanhos diferentes do equipamento de classificação, com dimensões minúsculas, pequenas, medianas, grande e extragrande, conforme a adequação do mercado. Sua qualidade é classificada pela penetração e absorção uniforme do calor, que facilita o corte, e os aparatos do corte manual.
                                                                                                        
4. PROCESSO E AUTOCLAVE

A unidade de autoclave e cozinhado, é um gerador de vapor que irá permitir o crescimento das nozes com relação a amêndoa que está em seu interior, e o endurecimento de sua córtex, ou seja, não muito depois a noz incha, a amêndoa interna se manterá com o mesmo tamanho, isso facilitará sua córtex, sem rompimento e conservando sua película. Com isso se alcança o mínimo de derramamento do LCN (liquido da casca da noz), impedindo o contato com a amêndoa e sua contaminação.

5. ESFRIAMENTO E SECAGEM

Depois do processo da autoclave, as nozes devem ficar em repouso e acomodadas em um lugar adequado para seu resfriamento até alcançar uma temperatura ambiente. Para uma maior produtividade, aconselha-se que se coloque em uma estufa ou forno desidratador, para conseguir uma secagem mais rápida e uniforme, já que o mesmo proporcionará um corte satisfatório nos cortadores ou descascadores manuais.   


SALON EMPRENDEDOR
Brasil-Argentina-Ecuador-Chile-Venezuela
México-Colombia-Perú-Costa Rica-España

Sede Centro: São Paulo-Brasil.
Rua Vergueiro, 2087. 1° andar
Cep-5087-8810 SP Brasil.

Sede Litoral: São Paulo-Brasil
Av. Pdte. Kennedy, 4608, 2° andar
Cep-11702-480. SP Brasil.

Tel. 55-13-3029 0607*
Tel. 55-13-3302-8460*
Tel. 55-13-3029-8570

Tel. 55-11-2805-1262*
Tel. 55-11-5087-8868

e-mail: salonemprendedor@yahoo.com
            salonemprendedor.br@gmail.com
            salonemprendedor.sp@gmail.com
              salonemprendedor@gmail.com

Skype: salon_emprendedor
          salon.emprendedor.br
          salonemprendedor.litoral

           salonemprendedor_pg

Nenhum comentário:

Postar um comentário